Para conseguir um emprego sabemos que existem alguns requisitos mínimos, certo? Vamos analisar a oferta de vaga abaixo, para o cargo de secretaria:

Atividades: atendimento telefônico, organização das agendas e salas de reuniões, recebimento de correspondências e entrega das mesmas, ir ao cartório, correio e realizar a planilha de compras.

Requisitos: superior cursando ou completo em administração ou secretariado.

É muito comum vagas como esta, com requisitos baseados exclusivamente em habilidades técnicas, porém, quem possui mais chance de conquistar a vaga: uma candidata com uma atitude proativa e bom humor ou alguém inflexível e com atitude grosseira?

Segundo uma pesquisa da Icims, 97% dos recrutadores concordam que pais e instituições de ensino devem ensinar estudantes habilidades comportamentais antes deles começarem a trabalhar. Além disso, a pesquisa relata que 75% dos recrutadores encerraram a entrevista antes do previsto, porque o candidato não demonstrou as habilidades comportamentais que eles buscavam.

Pode até ser que em um primeiro momento, apenas as habilidades técnicas se destaquem, mas a longo prazo, as habilidades comportamentais são essenciais para garantir boas oportunidades.

Segundo Peter Drucker, “as pessoas são contratadas pelas suas habilidades técnicas, mas são demitidas por seus comportamentos”. Quando paramos para refletir, entendemos o porquê. Por quem você gostaria de ser atendido, um médico que esclarece todas as suas dúvidas e é atencioso ou aquele que possui um comportamento impaciente durante todas as consultas?

As habilidades comportamentais são complementares às habilidades técnicas e contribuirão para que você permaneça bem posicionado no mercado de trabalho. Cargos relacionados a liderança de equipes ou chefias de departamentos, exigem competências como inteligência emocional, gestão de tempo, capacidade de lidar com problemas complexos, criatividade e atitude positiva.  Pessoas com estas habilidades bem desenvolvidas são aquelas que chamam atenção das empresas.

Segundo a pesquisa, as habilidades mais procuradas em um candidato são:

Quais habilidades estão sendo mais procuradas?

Capacidade de resolver problemas;

Adaptabilidade;

Gestão de tempo;

Organização;

Comunicação oral;

Colaboração;

Comunicação por escrito.

Por isso, além de garantir um currículo recheado de habilidades técnicas, é preciso desenvolver uma série de habilidades comportamentais que farão toda diferença para seu futuro profissional.

Designed by Dooder / Freepik